O Positivismo como Obstáculo Epistemológico à Produção do Conhecimento Jurídico: O Dogmatismo e suas Consequências para a Formação do Jurista

Tatiana Mareto Silva, Elda Coelho de Azevedo Bussinguer

Resumo


O ensino jurídico, no Brasil, adotou uma postura técnico-legalista na qual o aluno é treinado para ler e compreender leis escritas, reduzindo o Direito a essa operação, exclusivamente. Considerando os obstáculos epistemológicos identificados por Gaston Bachelard, e considerando a forma que o ensino jurídico se faz no ambiente acadêmico, o presente trabalho propôs uma reflexão do ensino do Direito sob a ótica da dogmática positivista, identificando a acriticidade da formação do profissional e formação idealista e simplista que dificulta a resolução de problemas sociais complexos, como situações de necessário enfrentamento para a reformulação do modelo de ensino jurídico.

Palavras-chave


Obstáculos epistemológicos, Ensino jurídico, Dogmatismo

Texto completo:

PDF

Referências


ADEODATO, João Maurício. Ética e retórica: para uma teoria da dogmática jurídica. São Paulo: Saraiva, 2002.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BARBOSA, Elyana. Gaston Bachelard: precursor de uma nova epistemologia. In SANT'ANNA, Catarina (org). Para ler Gaston Bachelard: ciência e arte. Salvador: EDUFBA, 2010.

BIAZZI, R. MEC suspende abertura de cursos de Direito e estuda estágio obrigatório. In Bom Dia Brasil [online]. Disponível em http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/03/ mec-suspende-abertura-de-cursos-de-direito-e-estuda-estagio-obrigatorio.html. Acesso em 30 nov 2015.

BOBBIO, Norberto. O positivismo jurídico: lições de filosofia do direito. São Paulo: Ícone, 1995.

BUSSINGUER, E. C. de A. Ensino jurídico e aprendizagem significativa: uma tentativa de compreensão da tragédia do direito e da justiça a partir de uma abordagem fenomenológica. In MIGUEL, P. C.; OLIVEIRA, J. F. Estratégias pedagógicas inovadoras no ensino jurídico. V2. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2012. pp. 55-84

CARNAP, Rudolf; NEURATH, Otto; HAHN, Hans. A concepção científica do mundo: o Círculo de Viena. In Cadernos de História e Filosofia da Ciência, 1986, pp. 5-20. COELHO, Fábio Ulhôa. Para entender Kelsen. 4 ed. rev. São Paulo: Saraiva, 2001.

COMTE, Auguste. Curso de filosofia positiva. Col. Os Pensadores. Trad. Arthur Giannotti. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

FELIX, Loussia P. Musse; SANTOS, Aline Sueli de Salles. Demandas profissionais em Direito e avaliação: educação jurídica, competências e sua inserção nas carreiras jurídicas por meio dos exames públicos. In OAB. Desafios rumo à educação jurídica de excelência. Brasília: OAB, 2011.

FERRAZ JUNIOR, Tércio Sampaio. Função social da dogmática jurídica. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1980.

______. Introdução ao estudo do direito - técnica, decisão, dominação. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2003.

FRANCISCHETTO, G. P. P. As tendências pedagógicas e sua utilização no ensino do Direito. In FRANCISCHETTO, G. P. P. Um diálogo entre ensino jurídico e pedagogia. Curitiba: Editora CRV, 2011. pp. 11-33

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

GIESELER, M. XXII Conferência Nacional da OAB: em 19 anos, número de faculdades de Direito no Brasil cresceu 778%. In Portal Exame de Ordem [online]. Disponível em http://blog.portalexamedeordem.com.br/blog/2014/10/xxii-conferencia-nacional-da-oab-em-19- anos-numero-de-faculdades-de-direito-no-brasil-cresceu-778. Acesso em 30 nov 2015.

HART, H. L. A. O conceito de direito. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

KELSEN, Hans. O problema da justiça. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

______. Teoria Pura do Direito. 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da metodologia científica. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MOTA, Marcus. A teoria dos obstáculos epistemológicos: G. Bachelard entre a epistemologia e a hermenêutica. In SANT'ANNA, Catarina (org). Para ler Gaston Bachelard: ciência e arte. Salvador: EDUFBA, 2010.

OAB. Brasil, sozinho, tem mais faculdades de Direito que todos os países. Disponível em http://www.oab.org.br/noticia/20734/brasil-sozinho-tem-mais-faculdades-de-direito-que- todos-os-paises, acesso em 30 mar 2016.

OLIVEIRA, J. F. de. Ensino jurídico: história que explica a prática docente. In MIGUEL, P. C.; OLIVEIRA, J. F. de (org). Ensino jurídico: experiências inovadoras. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010. pp. 01-07.

RADBRUCH, Gustav. Introdução à Filosofia do Direito. Trad. Prof. Jacy de Souza Mendonça. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

RODRIGUES, Horácio Wanderlei. Metodologia da Pesquisa nos Cursos de Direito: uma análise crítica. In: XIV CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI, 2006, Fortaleza. Anais do XIV CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI. Florianópolis (SC): Fundação Boiteux, 2005.

SOUSA JUNIOR, José Geraldo de. Educação continuada na docência e a ampliação sistêmica do conhecimento - visão de um jurista. In OAB. Desafios rumo à educação jurídica de excelência. Brasília: OAB, 2011.

STRECK, Lenio Luiz. Hermenêutica e ensino jurídico em terrae brasilis. In Revista da Faculdade de Direito UFPR. Vol. 46, n. 0, 2007, pp. 27-50.

______. Ensino jurídico e pós-graduação no Brasil: das razões pelas quais o Direito não é uma racionalidade instrumental. In Revista Alcance [online]. V. 16, n. 01. Jan-Abr 2011, pp. 05-19.

______. Thays, 18, passa na OAB: o rei está nu! Fracassamos! In Revista Eletrônica Consultor Jurídico, 01 maio 2014, disponível em http://www.conjur.com.br/2014-mai-01/ senso-incomum-thays-18-passa-oab-rei-nu-fracassamos, acesso em 30 mar 2015.

VEJA. Brasil tem um advogado para cada 322 habitantes [online]. Disponível em http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/brasil-tem-advogado-cada-322-habitantes, acesso em 09 abr 2016.

WARAT, Luis Alberto. Epistemologia e ensino do direito: o sonho acabou. Vol. II. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2004.

______. Saber crítico e senso comum teórico dos juristas. In Revista Sequência.V. 3, n. 05. Florianópolis, 1982.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/IndexLawJournals/2525-9636/2016.v2i1.198

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.